Google+ Badge

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

A TUA ALMA INSANA



Você pode não me querer
Fugir de mim
Esconder-se em orações
Ou até mesmo em outros braços...

O que você não tem poder
É para me fazer te esquecer
E nem dar a sua alma pecadora
Uma santidade que a tua vida desmente...

E feito uma pipa que baila
Elevada aos céus pelo vento
A tua alma insana voa
Deixando o meu corpo ansiando o teu...

Eu sou um pecador incorrigível
Faço meia volta e na cama
Voltas inteiras pensando em teu corpo
E clamando por ti...

Mário Feijó
28.01.10
Postar um comentário