Google+ Badge

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

BASTA UM OLHAR



Basta um olhar teu
Para que o meu
Perca o próprio rumo
Mas sigo em frente
Olho para cima
Olho para os lados
Mas o que eu queria
Era correr para os teus braços...

Sou um adolescente
Diante do primeiro amor
Fico sem chão
Quando vejo em teus olhos
A paixão que eu sinto
Isto é quase um labirinto
Não tenho saída
Meu destino agora é
Entrar em tua vida...

Mário Feijó
05.02.10

Comentário: Este texto foi  escrito agora, mas esta situação foi vivida há quase 40 anos... E como eu era bobinho, ingênuo e timido... Passei por muitos amores platônicos incólume, mas sofri, o que me deu cancha para nos dias de hoje poder falar de amor com propriedade. Tempos bons... Ah se eu pudesse voltar atrás acho que faria tudo igual, com uma pequena e sutil diferença, me atiraria de cabeça em todos os amores que me aparecessem... A gente só aprende a não sentir mais culpa quando aprende a fazer amor sem culpa.
Postar um comentário