Google+ Badge

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

O MEU AMOR PERFEITO

Quando dou o meu amor
É sempre por inteiro
Que eu o faço
Eu me entrego incondicionalmente...

Eu não imponho
Condições nenhuma
E se você não me amar
Eu te amarei sozinho
E não será meu primeiro amor platônico...

Poderei até sofrer por isto
Mas não deixarei de te amar
Só porque não sou amado
Tampouco abortarei o meu amor...

Eu não entendo as razões do amor
Mas compreendo as minhas razões para te amar
O amor em mim tem vida
Ele nasce, cresce e quando bem cuidado
Dura uma vida inteira...

Mário Feijó
26.
02.10
Postar um comentário