Google+ Badge

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

RITO DE PASSAGEM




Minha vida foi construída
De muitas esperas
Enquanto vejo o tempo passar
Vejo pássaros e aviões no céu...

Esperei por muito tempo
A construção de mim mesmo
Enquanto ia acrescentando saberes
Observava meu declínio físico inevitável...

Tornamo-nos seres espiritualmente fores
E fisicamente frágeis na mesma proporção contrária
Inaceitável, contestável, no entanto real,
Mas não adianta espernear... Este é o único caminho...

A aceitação deste fato, aos seres humanos,
É uma iniciação para o entendimento
De que utilizamos um corpo físico
Somente para o rito de passagem espiritual...

Mário Feijó
22.11.09
Postar um comentário