Google+ Badge

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

VERDADES ESCONDIDAS

VERDADES ESCONDIDAS

Água, água, muita água
Tem gente que quase se afoga no sul
Enquanto no nordeste
Muitos morrem de sede

São tantas as promessas
Que jamais serão cumpridas
Dizem “eu lutarei por você”
E no poder lutam por si próprios

O pobre, de barriga vazia,
Enche a vida de ilusões e medo
Pensando agora tudo muda
Todos ficam com a sensação de paraíso

Quinze dias depois do voto
Todos descobrem as verdades escondidas
Os santos mostram-se demônios
E quem tem fome percebe “entrou numa fria”...

Mário Feijó

22.09.14
Postar um comentário