Google+ Badge

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

PELAS RUAS DO MUNDO

PELAS RUAS DO MUNDO

Os meus óculos
Já viram muita coisa neste mundo
De lágrimas que eu derramei
A traições amorosas

Há pouco estava embaçado
Pelo calor do vapor
Das lágrimas que escorreram
E no meu colo pingavam

Andava pelas ruas de Porto Alegre
Como se estivesse em Paris
Era tão somente mais um desconhecido
Mais um anônimo perdido no mundo

E os meus olhos azuis
Vestiram novamente seus óculos
E se foram pelas ruas do mundo
Procurando um coração
Que pudesse bater junto ao seu...

Mário Feijó

18.09.14
Postar um comentário