Google+ Badge

sexta-feira, 11 de abril de 2014

SAINDO DO SÉRIO



SAINDO DO SÉRIO

Na pauta
Eu puto da vida
Mandei-a
À puta que pariu

Sem pena
Sem dor
Sem amor
Desesperado!

Recomecei contando até mil
Deu certo! Puta que pariu!
De novo não! Desculpe!
Puta merda... oras

Desculpem crianças
Desculpem senhores
Desculpem senhoras
Estou quase senil
Não consigo mais mudar agora...

Mário Feijó
11.04.14
Postar um comentário