Google+ Badge

segunda-feira, 28 de abril de 2014

MUNDOS DIFERENTES




MUNDOS DIFERENTES

É com frequência que eu sinto
A tua falta em minha vida
O teu vazio em minha cama

E quando ouço o sussurro dos ventos
É como se eu recebesse recados teus
E quando ouço o murmúrio do mar
Eu lembro dos rios teus

Ainda ontem estavas eu poema
Que eu li – não perdida, mas lembrada –
E é assim que tu ficaste em mim
Na saudade e nas lembranças

E os meus olhos se acendem
Como se fosses uma estrela cintilante
Iluminando meu caminho
Ligados apenas pelo pensamento...

Mário Feijó
28.04.14
Postar um comentário