Google+ Badge

sexta-feira, 4 de abril de 2014

PECADOS LIBERTOS



PECADOS LIBERTOS

Pulsa meio louco meu coração
A boca por ora umedecida
Excita meu sexo
Que pulsa minha solidão

Pênis ereto feito galo
Que canta o amanhecer
Apenas diz que estou vivo
Clamando um amor pagão

Eu já não quero
Um amor contido
Apenas quero o calor
D’um corpo em minha cama

Onde eu confessaria
Todos os pecados que não fiz
E te convocaria para comigo
Libertar todos eles...

Mário Feijó
05.04.14
Postar um comentário