Google+ Badge

sexta-feira, 25 de abril de 2014

MEU PRIMEIRO AMOR



MEU PRIMEIRO AMOR

Ah! Meu primeiro amor
Eu te guardo a sete chaves
Para que de mim não fujas
Como tudo que no tempo sumiu

Outro dia foi-se embora juventude
Que há algum tempo eu pensava eterna
Foram-se embora os filhos
Que como os pássaros criam asas

Eu não te deixo partir
Preservo-te como preciosidade
E com saudade te retenho
Sempre bela e jovem

Hoje, no inverno da minha vida,
É a tua lembrança o calor que me aquece
Quando nas minhas noites de solidão
Vens calada esquentar o meu corpo...

Mário Feijó
25.04.14
Postar um comentário