Google+ Badge

sábado, 12 de janeiro de 2013

SORRISO DE GATO SAFADO



SORRISO DE GATO SAFADO

Num jogo de sete erros
Pintei meu amor
Numa aquarela do arco-íris

Nem chuva havia mais
Porém ainda sobraram
Algumas gotas
Que do telhado caiam

Na tela teu sorriso de gato safado
Pedia mais e eu te dava menos
– ou seria o contrário, faz tão pouco tempo
Mas a memória me trai, como te enganou –

E me ligas quando o sol desponta
Então eu finjo não te querer
Não te quero me manipulando
Deixei de ser tua Mario(nete)...

Ainda topo te jogar na minha cama
Ainda topo que te jogues em meus braços
Ainda topo colar nossos destinos
Num desatino de corpos entrelaçados...

Mário Feijó
12.01.13

Postar um comentário