Google+ Badge

quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

LUZES QUE SE APAGAM



LUZES QUE SE APAGAM

Pipocavam no céu
Como se fossem estrelas cadentes
Os fogos na cidade
Onde um dia eu nasci

Ao fundo a decoração de natal
Ainda enfeitavam as ruas, as lojas,
Os prédios, as casas e na minha retina
Brilhavam estrelas risonhas

Para o lúdico, as cores, as luzes
O meu coração se acende
Bate como se eu fosse
Um de meus netos risonhos

Vejo nos olhos deles
Que eu moro ainda lá
E pouco a pouco deixo
As minhas luzes se apagarem...

Mário Feijó
03.01.13
Postar um comentário