Google+ Badge

sábado, 23 de julho de 2011

PENSANDO EM AMY WINEHOUSE





        Viver é para poucos um grande privilégio. A vida é uma dádiva. Enquanto alguns apenas vivem como se fossem abelhas em uma colmeia, ou até mesmo como se fosse uma comunidade de formigas...

        Para uns, viver existe uma razão, mas com muito pouca emoção, para outros viver não implica em qualquer responsabilidade e fazem da vida uma roleta russa brincando com a morte... usam drogas, cortam os pulsos numa chantagem de amor...

O amor vai além da compreensão da vida, além da contração muscular deliciosa de um orgasmo.

Não compreendemos as nossas razões então como iremos compreender as razões, como iremos compreender as razões de Deus para com a nossa existência?

Enquanto isto ouço o bater de asas. É mais um anjo rebelde que não compreendeu as razões da vida levanta voo e vai embora...

Não nos compete julgamento ou condenações, apenas orações...



Mário Feijó

24.07.11
Postar um comentário