Google+ Badge

sábado, 2 de julho de 2011

HAVIA ENCANTO NAQUELE RECANTO





Havia rostos que pareciam flores sorrindo
O meu jardim estava feliz
Não apenas por causa do sol
Mas se dizia feliz por mim... 

Algumas pessoas passavam assustadas
Olhando aquele jardim na praça
Que “massa”! Sem nada entender
Sem nada compreender do que se passa
Porém ali havia um milagre... 

Era o que lhes parecia
Alguém conversar com plantas e flores
Era o que ele desde menino mais sabia fazer
E meninos não pensam em milagres...


Conversar com plantas
Olhar no olho dos bichos e se entenderem
Foi o que sempre se fez naquele recanto... 

Um dia simplesmente assim
Como se por encanto
O menino bateu as asas e se foi...


Mário Feijó
02.07.11
Postar um comentário