Google+ Badge

segunda-feira, 4 de maio de 2015

OLHAR POÉTICO

OLHAR POÉTICO

Como se fosse um sonho
Desses que nasce
De um pequeno anseio
Que cresce e se torna desejo

Então todo final de tarde
Quando a luz se desvanece
Escondendo todos os detalhes
Dando novas nuances

Tento me acostumar
Com os segredos da noite
E contentar-me com a pouca visão

Assim: há outro olhar
Que só a noite oferece
De um novo mundo
Sob o olhar da poesia...

Mário Feijó

04.05.15
Postar um comentário