Google+ Badge

quarta-feira, 25 de setembro de 2013

SONHOS VAZIOS



SONHOS VAZIOS

De repente eu me vi
Vazio de todos os girassóis
Que havia no jardim

A casa que era nossa
Virou um lugar lúgubre
Algumas vezes assustador
Com fantasmas em todos os cantos

Os meus sonhos
Ficaram esvaziados de esperança
Não havia mais
O eco do teu riso no meu caminho

A grama cresceu
Eu me vesti de palhaço
Tentando enganar a melancolia
Posso até enganar aos outros não a mim

Mário Feijó
25.09.13  
Postar um comentário