Google+ Badge

sábado, 14 de setembro de 2013

GOSTO DE AMORES ARREBATADORES



GOSTO DE AMORES ARREBATADORES

Algumas vezes eu penso
Que nasci no século errado
Eu sou romântico
Gosto de flores
Penso em amores arrebatadores
Não tenho muitos pudores na hora de amar

Acredito nas pessoas
E sou uma pessoa que honra a palavra
Como se ainda vivesse no século passado
Mas diante da vida eu não sou hipócrita
Penso em amores modernos
Faço loucuras por amor
Já me chamaram de transcendental
E isto é coisa do futuro

Penso que entre quatro paredes
Tudo vale quando estamos em busca do prazer
E por acaso nos defrontamos com a felicidade
Quem pode condenar? Se não gostar
Faça tudo igual sempre, eu inovarei

Algumas vezes eu me sinto mais feliz
Que bicho solto na floresta
Que ave voando no céu azul
Que peixe no mar diante de alimento
Sou bruma fresca em noite quente
Raio de luar em noite escura
Um dia de sol

Muitas vezes invejam a minha felicidade
Dizem que sou falso
Só porque eu sou feliz
E cheguei na idade de não ter mais preconceito...

Mário Feijó
14.09.13

Postar um comentário