Google+ Badge

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

ARREBATADOR


ARREBATADOR 

Nem precisava ser assim
Tu não precisavas chegar
Com a lua sorrindo
Com as flores se abrindo
Em plena primavera... 

Nem precisava
Que a natureza
Fizesse tanta festa
Para que tu entrasses na minha vida
Bastava um sorriso de nuvens 

Tudo foi tão repentino
Realmente arrebatador
Eu por ti “cai de quatro”
Porém tenho medo deste amor... 

Estou vivendo o teu prazer
Usufruindo as delícias do teu ser
Esparramando-me pelo teu corpo
Para ver o que vai acontecer... 

Mário Feijó
27.09.12
Postar um comentário