Google+ Badge

sábado, 12 de maio de 2012

QUEM MORA DENTRO DE NÓS





De dentro de mim
Nada mais sai
Só a solidão
Que procura outra morada 

E eu, pobre coitado,
Nem a solidão mais me habita
Espero que você me queira 

E se você me quiser
Com certeza a solidão
Jamais voltará
Não me reconhecerá contigo 

De dentro de mim
Nada mais sai
Nem eu mesmo
Que de mim saia... 

Mário Feijó
09.05.12 
Postar um comentário