Google+ Badge

segunda-feira, 23 de novembro de 2015

LAMBENDO OS DEDOS

LAMBENDO OS DEDOS

Eu tinha sonhos
Feito pássaros
Voando sem destino certo.
Era uma criança!

Tornei-me adulto
E os meus sonhos pararam de voar
Pousaram na minha vida:
Doces! Cheios de recheio!

Não resisti: voltei a ser criança
Estou lambendo os dedos
Há uma realidade feliz
Dentro dos meus recheios!

Mário Feijó

23.11.15
Postar um comentário