Google+ Badge

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

DESCOBERTAS

 

Mais de meio século vivi
Entre sonhos e medos
Consumindo-me no tempo
Distraído não morri mas 

Quase nada sobrou
Quero ousar
Quero ir além de mim
Além das definições do que sou 

Não vou esperar
A outra metade de mim
Por mais meio século
Quero ir muito além de um ruído 

Agora não serei mais
Uma incógnita a ser desvendada
Eu vou além do meu ser
Eu vou além do que tu és...


Mário Feijó
02.12.11
Postar um comentário