Google+ Badge

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

AS DORES DA ALMA






As dores da alma são sempre as piores
ninguém vê, ninguém sente,
sofre somente o sofredor.... 

As luzes se apagaram todas
apesar do sol a pino
As planícies todas, da noite para o dia
transformaram-se em cordilheiras
cheias de pedras pelo caminho... 

O corpo não pede mais alimento
a água que bebemos para nos hidratar
é uma torrente caudalosa onde
se pudessemos nos afogaríamos... 

O amor não se explica
porque ele acontece
feito a luz do sol sob nossas cabeças
e a morte é a escuridão em pleno dia
que leva a nossa paz e o nosso bom senso... 

Mário Feijó
29.12.11
Postar um comentário