Google+ Badge

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

A ABELHA, A BORBOLETA E A JOANINHA





É noite e o calor do sol
Continua em mim
E na luz do luar 

Ouço aqui perto
O mar a mandar recados
E as abelhas que conversam
Apoiadas nos meus girassóis

- Eu não posso perder muito tempo
Diz a borboleta à Joaninha
Enquanto a operária se apressa
Temerosa de que não dê conta do néctar 

Nas alturas o sol apenas sorri
Emanando energias
A um planeta tão complexo
E tão cheio de vida feito a Terra. 

Mário Feijó
13.12.11
Postar um comentário