Google+ Badge

domingo, 29 de junho de 2014

FLORES VERMELHAS



FLORES VERMELHAS

Neste momento sou apenas
A criança insegura
Que derrama lágrimas
Por sentir-se perdida
E me deixo levar
Pelos abraços do vento
Meu senhor - o tempo -
Que eu vejo partir.
E sem horas perdidas
Vivo minha vida
Semeando sementes
Para girar o sol
Que feito carrossel dispara
Numa tarde chuvosa
Criança chorosa
Que só pede colo
Porque se espetou
Nas flores vermelhas...

Mário Feijó
29.06.14  
Postar um comentário