Google+ Badge

quinta-feira, 12 de junho de 2014

AMOR É FEITO VENTO: INEVITÁVEL!



AMOR É FEITO VENTO: INEVITÁVEL!


Éramos flores do campo
Apanhando do vento
E murchando diante
De força inevitável

Mas já fui duna à beira mar
Açoitada noite e dia
Que mudava de lugar
Para no outro dia ser nada

Eu não sei mais medir
Os sentimentos que sinto
Como a areia das dunas
Ou como as flores do campo

E diante da chuva
Ou de lágrimas torrenciais
Eu me renovo dia a dia
Quem sabe amanhã no campo não vente...

Mário Feijó
12.06.14
Postar um comentário