Google+ Badge

domingo, 8 de junho de 2014

EU TE FAÇO VER ESTRELAS




EU TE FAÇO VER ESTRELAS

Anjos sem asas voltam a se encontrar
Num pequeno lapso de tempo
Tão ínfimo e tão curto
Somente para se amar
Como já fizeram outrora

Foram tão poucas as horas
Onde a vida se renovou
Sob as bênçãos de Nossa Senhora
Porque não existe pecado no amor

De repente alçam voos novamente
Cada um segue seu destino
Um segue a garoa
Outro os ventos do oceano

Agora vendo a lua nascer
Um conta as estrelas
Enquanto o outro derrama lágrimas
Por não poder vê-las...

Mário Feijó
08.06.14
Postar um comentário