Google+ Badge

segunda-feira, 30 de junho de 2014

CAIXAS VAZIAS

CAIXAS VAZIAS

Tenho dúzias de caixas de presentes
Quase todas guardadas vazias
Onde dentro guardo saudades tuas
Em algumas apenas lembranças de amor

São apenas caixas vazias (para os outros)
Para aqueles que nunca viveram
Ou nunca tiveram um grande amor
Dentro delas guardo sorrisos

Não consigo jogá-las no lixo
Eram caixas onde guardavas
Lembranças nossas, fotos antigas,
Quase todas amareladas pelo tempo

Desbotadas pelo suor de mãos vazias
Que tentavam viajar no tempo
Na esperança que tu pudesses voltar...

Mário Feijó
30.06.14

Postar um comentário