Google+ Badge

terça-feira, 27 de maio de 2014

VERSOS PARA UM AMOR “DESACONTECIDO”



VERSOS PARA UM AMOR “DESACONTECIDO”

Eu já não tenho dor
Se tu resolveste ir embora
Renascemos das cinzas
Eu acredito agora

Eu tenho saudades
Da outra que está viva
E que por pudores
Deixa meus pés gelados

Há em seus cabelos
Os campos maduros de trigais
E em seus olhos
O verde das matas

Eu temo me afundar
Em seus rios e mares
E me perder nas curvas
De suas salientes montanhas...

Mário Feijó
27.05.14
Postar um comentário