Google+ Badge

segunda-feira, 12 de maio de 2014

NEGAÇÃO DO AMOR



NEGAÇÃO DO AMOR

Era tão pouco o amor
Que dizias sentir
Que o primeiro vento
Dissipou-o como se fosse
Uma poeira no chão...

É impossível:
Tocar sem sentir
Comer sem perceber o gosto
Acarinhar sem ter vontade de amar

Há algo mais que não me contas:
O vento, o mar, as estrelas e o sol
Dizem-me outra verdade
São registros da nossa vivência
Não há como negá-la...

Mário Feijó
13.05.14
Postar um comentário