Google+ Badge

sexta-feira, 28 de março de 2014

O EGOÍSMO NO AMOR



O EGOÍSMO NO AMOR

Eu queria um amor
Que fosse só meu
Porém é muito egoísmo
Querer alguém só pra mim

Pessoas não são brinquedos

Por que a posse
Se nem mesmo eu
Em algum instante
Pertenço a mim

Pessoas são passageiras

A qualquer momento
Eu posso apagar, como uma estrela,
E deixar de ser tudo aquilo que pensei
Estrelas são cadentes

Pessoas são decadentes

Seria muito triste
Ter você só pra mim
Se pra você
Eu nem posso me dar

Pessoas pertencem ao universo...
"És pó e ao pó voltarás"... foi escrito.

Mário Feijó
28.03.14
Postar um comentário