Google+ Badge

quinta-feira, 20 de março de 2014

ALMAS FEMININAS



ALMAS FEMININAS

Do alto do arranha-céu
Eu ouvia o mar gemendo
Enquanto as meninas
Brincavam de voar...

Elas escreviam histórias
Davam asas à imaginação
E lá no alto do arranha-céu
Flanavam feito gaivotas no ar

Contavam coisas que aconteciam
Nestes mares do sul
Falavam de crianças, de peixes
E até de cavalos marinhos

Do alto do arranha-céu
As meninas de repente silenciaram
Descobriram-se vivas
Colocaram os pés no chão
E se transformaram em belas mulheres...

Mário Feijó
20.03.14
Postar um comentário