Google+ Badge

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

POEIRA



POEIRA

Parei de sonhar
Quando descobri
Que meus sonhos
São meus inimigos
Eles só sonham
Sonhos impossíveis...

Eu quero voar
E meus sonhos não
No entanto eu não consigo
Ao menos sair do chão...

E do chão só saio
Quando o vento me leva
Eu sou poeira e voo
O vento é meu amigo
Meus sonhos não...

Mário Feijó
03.11.13
Postar um comentário