Google+ Badge

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

SOFRO QUANDO ESTOU LONGE DE TI

Eu preciso de você
Para descobri a mim mesmo
O teu amor me sustenta
Ele alimenta minh’alma, me dá rumo...

Sem você eu sou barco à deriva
Sou a mariposa debatendo-se na lâmpada
Sou a velha estrela cadente
A gota de orvalho que se espatifa no chão...

Eu preciso de você
Para extravasar o amor que sinto
Abro-me feito um botão de rosas
Que se explode em perfumes e cores...

Eu sou assim tenho dores
Sofro quando não te vejo
Sofro quando não te amo
Sofro quando não te beijo
Sofro quando estou longe de ti...

Mário Feijó
11.10.09
Postar um comentário