Google+ Badge

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

O AMOR É EXTASE

Aonde foi parar meu juízo
Quando os meus pensamentos
Dirigiram-se céleres ao teu corpo
Entregando-se à luxuria?

Aonde foi para o meu bom senso
Que dizia o teu tempo de amar acabou?
Meu coração não quer entender
E quando o assunto é amor ele é lúdico
Faz eu ultrapassar todos os limites...

Faz com que eu crie novas regras
De que para o amor não precisa haver pudor
Faz com que eu seja ao mesmo tempo cupido
E um ser que precisa de amor...

Quando eu penso em te amar
A minh’alma entra em êxtase
Meu corpo tem orgasmos
E eu sou apenas uma brisa
Entregando-se ao perfume
Que o teu corpo exala...

Mário Feijó
06.10.09
Postar um comentário