Google+ Badge

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

POR DETRÁS DAS NUVENS



POR DETRÁS DAS NUVENS

Não consigo te esquecer
Não que eu queira, mas
O vento que sopra lá fora
O mar que bate na praia
E a lua que insiste em se renovar
Fazem com que o meu coração
Bata todos os dias mais forte
Diante das lembranças tuas
Que por horas ficam adormecidas...

E quando a noite vem
Diante de uma cama vazia
Eu sinto a tua falta
A falta do teu calor
Agora no frio do vazio
Que tu deixaste...

Então corro de encontro ao vento
Braços abertos para abraçá-lo
E tudo o que eu encontro
É um vácuo que não enchem meus braços!

Nem o vento quer saber de mim
Nem a lua mais deu seus ares
Escondendo-se deprimida
Por detrás de nuvens que ameaçam tormenta...

Mário Feijó
19.02.14
Postar um comentário