Google+ Badge

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

AMORES IMPERFEITOS




AMORES IMPERFEITOS

Há em você algo de estrela
Quando estico as mãos
E não consigo te tocar

O meu coração dói
Como se estivesse ferido
E eu menino fico
Perdido na terra a lamentar

Passeio na noite escura
E nos meus olhos
Estrelas cintilam
Mas nenhuma delas é você
                                    
Queria tocar em teus lábios
Como toco nas conchas da praia
E de repente és estrela cadente
Quando te recolho à beira mar

Mário Feijó
25.02.14
Postar um comentário