Google+ Badge

sábado, 17 de julho de 2010

O TEMPO TUDO RESOLVE




Entre lágrimas
Matei um belo sorriso
Dizendo a ti palavras
Que eram de despedida...

Nunca foi fácil
Dizer adeus
Mesmo quando
A pessoa não ama...

Sorrisos amarelos
Lágrimas amargas
Prantos? Ou simples cascatas?

Depois disso tornou-se concreta a solidão
Que antes já era solidão a dois
Mas nestas horas é difícil
A convivência consigo mesmo...

Só o tempo tudo resolve
Traz novos amores
A saudade não dói mais
O coração ama novamente...

Mário Feijó
17.07.10
Postar um comentário