Google+ Badge

terça-feira, 6 de julho de 2010

EROS – DEUS DO AMOR




Por que será
Que eu vivo sonhos de amor
Fantasias que me elevam
Na direção do Olimpo?

Por que será
Que eu sonho contigo todos os dias
Quero-te a todo o momento
E sozinho não sei ficar?

Sou feito Eros – Deus do Amor –
Pulo de nuvem em nuvem
Atirando flechas em todas as direções
E na minha própria direção...

Vi teu coração enrijecido
Insensível – sem dor –
Não pulsava, nem sangrava
Pois nele não havia amor...

E eu? O que faço com o meu?

Mário Feijó
06.07.10
Postar um comentário