Google+ Badge

domingo, 2 de julho de 2017

EMBARALHADO



EMBARALHADO

Tudo dentro de mim
Está muito embaralhado
Até ontem eu queria
Apenas um amor eterno
Hoje eu descobri que você
Estará eternamente em mim

E num susto eu tenho medo
Um medo enorme de te perder
Eu não saberia mais
O que fazer sem ti

Tive muitos amores
E jamais morri de ciúmes
Por qualquer um deles
Confesso que tenho ciúmes de você

Estou assim embaralhado sozinho
Querendo correr para teus braços
Penso que todas as formas de amar
Sempre valerão à pena
E tudo o que eu mais queria
Era viver este meu eterno amor

Mário Feijó

02.07.17
Postar um comentário