Google+ Badge

sexta-feira, 5 de julho de 2013

CASINHA NA MONTANHA





CASINHA NA MONTANHA

Para viver um grande amor
Não precisamos de garantias
Tampouco de prazos de validade
Não é um “me ame que eu te amo”

Em pleno séc. XXI
Não dá pra sonhar
Com galinhas no quintal
E patinhos no lago

Não vivemos mais contos românticos
Nem guardamos a virgindade
Para alguém idealizado
Que nos arrebate em um cavalo branco

Tampouco sonhamos com princesas
Que no alto da torre
Fica tecendo seus sonhos
E com ele o seu futuro

A casinha na montanha
Até pode acontecer
Mas o amor quer mais
Ele quer doação, companheirismo, compreensão

O amor verdadeiro é muito mais
Do que um papel assinado
Ele é uma comum união
Este é o amor real contemporâneo...

Estranho! Muito estranho
Que você pense diferente...

Mário Feijó
05.07.13
Postar um comentário