Google+ Badge

quinta-feira, 29 de outubro de 2015

LOUCOS

LOUCOS

Eu penso que não sou normal
Devo ser um louco
Por ainda acreditar no amor

No amor dos filhos por seus pais
No amor entre duas pessoas
No amor entre amigos
No amor de irmãos

Eu devo realmente ser louco
Por acreditar no amor que cuida
Que dá carinho
Que dá abraços

Mas muita gente perdeu-se do amor
Acredita no amor das “curtidas”
Ele está ali disponível
Diante de um simples toque

Então você compartilha bobagens
Compartilha tudo o que faz, suas brigas, seu desamor
Compartilha tudo o que come e o que veste
Porém se esquece de compartilhar a solidão que sente

Eu devo realmente ser louco
”por amar ao outro como a si mesmo”
Tentar sempre ajudar para depois
Ouvir dizerem que tudo isto era “minha obrigação”...

Mário Feijó

29.10.15 
Postar um comentário