Google+ Badge

domingo, 20 de outubro de 2013

NÃO TENHAS PUDOR



NÃO TENHAS PUDOR

Eu queria entender
Por que mentes pra mim?

Ontem tentavas me seduzir
Dizendo que me darias a lua
Hoje dizes que ela tem dono

Queria entender por que o vento
Vem gemer na minha janela
Se a brisa sopra em outros campos

Em meu quarto
Hoje gemo de dor
Quando outrora
Foi prazer e amor

Não me enganes mais
Deixe-me só
Não tenhas pudor...

Mário Feijó
20.10.13
Postar um comentário