Google+ Badge

sexta-feira, 22 de abril de 2016

AMOR NA JANELA

AMOR NA JANELA

A vida exige que sejamos maleáveis.
Quem já aprendeu a fazer isto no sexo
Sabe o que é bom para o amor
E também para a vida...

Por isto eu te digo
Que me esperes no portão
Já que flores não posso te levar
Não as tenho em meu jardim
O cemitério fica longe
E no jardim da praça urinam os cães...

Por isto recicle-se
Abra seu coração
Não somente as pernas (de vez em quando)
O amor pode ser cego
Mas eu mantenho meus olhos (azuis) bem abertos...

Mário Feijó

22.04.16
Postar um comentário