Google+ Badge

quinta-feira, 13 de junho de 2013

O PONTO ‘G’ DA LITERATURA



O PONTO ‘G’ DA LITERATURA

                Literatura é assim: tem que dar prazer. Se não der é porque você ainda não descobriu o seu ponto “G”.
A literatura nos leva pelo caminho de fantasia. Ela torce nossa cabeça, tece sonhos, distorce preconceitos, faz pensar, cria alternativas. E como todas as artes a literatura precisa de um exercício prático da leitura ou da escrita. Quando você descobre o caminho tem verdadeiros orgasmos mentais...
Drogas? Álcool?  Para que se eu tenho a literatura que me leva a fazer viagens... vou de um mundo real ao da fantasia em segundos. Com a literatura eu posso ser e fazer o que eu quero. Meu cérebro fica mais “musculoso” que meu corpo. Pensar multiplica neurônios e acorda outros que pensavam que jamais seriam utilizados.
Na literatura eu posso ser o que quero, quando quero, na hora em que eu quero. Posso ser um objeto, um super-herói, um bicho, um ser inanimado. Posso ser o mar ou estar nele. Posso ser o céu. Posso voar...
Hoje eu sou apenas um sonho, mas na literatura posso ser realidade. Por ser prosa, verso, poesia. Amanhã cansado quem sabe eu seja uma música a embalar o sonho de alguém.
Não importa o que você é, nem o que você quer, apenas faça, escreva, leia. Amanhã você decide. Hoje, apenas faça-se um sonho...

Mário Feijó
13.06.13
Postar um comentário