Google+ Badge

quarta-feira, 26 de junho de 2013

NOITES DE SACANAGENS



NOITES DE SACANAGENS

Por estes lados
A lua que ontem se despia
O fazia na mesma hora
Em que nós tirávamos nossas roupas

Hoje ela se esconde
Por detrás de nuvens lacrimosas
Eu não sei se é porque tu
Aqui hoje não estás

Ou se simplesmente
Porque ela é voyeur
E hoje não pode nos assistir

Tu distante ris na solidão
Enquanto a “síndica” (ao lado)
Apura suas antenas pensando ouvir
Nós dois em noites de sacanagens...

Mário Feijó
25.06.13
Postar um comentário