Google+ Badge

terça-feira, 3 de janeiro de 2017

TENHO FOME DE TI



TENHO FOME DE TI

Hoje eu acordei angustiado
Porque descobri
Que não consigo mais viver
Sem ter você ao meu lado

É como se eu acordasse
E não visse mais a luz do sol
Olhasse para o jardim
E todas as flores estivessem mortas

Tenho fome de você
Tenho sede de te ter
Tenho paúra da solidão
E tateio no escuro em dias de sol

Olho para a rua
Ganho asas no voo dos pássaros
Saio de dentro de mim
E feito raio parto ao teu encontro...

Mário Feijó

03.01.2017
Postar um comentário