Google+ Badge

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

CENAS EM PRETO E BRANCO




CENAS EM PRETO E BRANCO

Têm horas em que parece
Ser tão boba a vida que vivemos
Tudo se extingue feito a fumaça do cigarro
Que sobe invisível e some no espaço

Há horas que tudo parece levar a nada
Construímos, lutamos por pessoas
E elas se atiram em um abismo
Feito ondas do mar bravio se atirando sobre a areia

Eu quero respostas que me iludam
Que me enganem
Que me incentivem a continuar
Mas que me deem esperanças

E nada, nada acontece
Para amortecer esta dor em minh’alma
Nada acontece que me faça
Enxergar colorido as cenas em preto e branco que vivo...

Mário Feijó

16.01.17
Postar um comentário