Google+ Badge

terça-feira, 8 de março de 2016

PRESENTE DE TODOS OS DIAS

PRESENTE DE TODOS OS DIAS

Todos os dias
Quando abro os olhos
Pela primeira vez
É com espanto que o faço

Extasiado descubro
Que viver é um mistério agradável
Porém nem sempre compreensível
Aos olhos de quem vive por viver

Eu nunca vou saber
Até quando isto acontecerá
Então decido ser feliz
A cada dia que acordo

Dormir é um apagar de luzes
Sem a garantia de a ter no outro dia
É um eterno ir e vir ao desconhecido
E viver é um presente diário...

Mário Feijó

08.03.16
Postar um comentário