Google+ Badge

segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

‘EU TE AMO’, DIZ O MAR

‘EU TE AMO’, DIZ O MAR

Quando eu coloco meus pés
Dentro da água gelada do mar
Sinto um arrepio que vai
Da sola dos pés até a coluna

O mesmo acontece
Quando o teu corpo toca o meu
Causando um arrepio
Eu sou garça perdendo a graça

Arrepiando as penas
Pé ante pé entro no mundo dos sonhos
Onde o teu prazer é o meu prazer
Na hora em que dizes “eu te amo”

E mesmo que o digas todos os dias
Eu não me cansarei de ouvir
Porque é isto que o faz continuamente
Quando se joga em ondas aos pés da praia

Mário Feijó

29.02.16
Postar um comentário