Google+ Badge

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

VOANDO



VOANDO

Talvez por insegurança
Tudo o que eu mais queria
Era ser por um só momento
Eterno

Eterno no amor
Eterno pra você
Eterno na memória de alguém
Para depois voar pelo cosmos

Eu poderia me perder no tempo
E dentro dele ser atemporal
Para voltar ao início de tudo
Agora que percebo minha finitude

O meu corpo nunca foi candidato
A ser algo eterno
E bem sei que sou, feito todos,
Candidato a ser pó no universo

Mário Feijó

11.08.17 
Postar um comentário